2019

 

Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste do Município de São Paulo:

Data: 12/01/2019 (sábado)

Horário: 10h

Local: SESC Itaquera 

 

Presentes:

Adriana Alves Corrêa (Amigos do Guanambi); Amanda Martins Jacob (Sesc Itaquera); Anderson de Oliveira (SENAC Itaquera); Aparecida Kida Sanches (Rede Ecodespertar); Cintia Okamura (CETESB); Cristiano Alves Correa (CADES São Miguel); Denise Aparecida Belchior da Costa (DRE Itaquera); Eleni de Oliveira Lima (sociedade civil); Eliane dos Santos Simões (CADES São Mateus); Fábio Buonavita (SOS Paranapiacaba); Fátima Magalhães Olivar (CADES São Matheus); Fellipe Henrique Martins Moutinho (Cades Aricanduva Formosa Carrão); Gisele Batista Chuang (APS Santa Marcelina); Ivo Carlos Valêncio (Conselho Municipal); Jacilene (SESC Itaquera); José Ulisses Bezerra de França (CADES (São Matheus); Kelly Cristina (CADES Cidade Tiradentes); Lygia Helena de O. Leite Arruda (CADES Cidade Tiradentes); Manoel Barbosa da Cruz Silva (CPM – PR Cidade Tiradentes); Marilena Moraes Luciano (CADES Aricanduva Formosa Carrão); Roque Fernandes (Instituto Pau Brasil); Samara Santos Maranhão (APS Santa Marcelina); Sanderli Aparecida de Brito (Prefeitura Regional Cidade Tiradentes); Valdir da Silva Oliveira (Rede Ecodespertar).

 

Pauta:

  • Exposição sobre o Fórum Agenda 21 Macro Leste
  • Projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste.
  • Planejamento e posicionamento para 2019
  • Informes

 

1) Após a apresentação de todos Cintia Okamura (CETESB) faz breve exposição sobre o Fórum Agenda 21 Macro Leste para os novos participantes (vide Anexo – Síntese das Atividades do Fórum Agenda 21 Macro Leste 2005-2018).

 

2) Na sequência, Fellipe Henrique Martins Moutinho (Cades Aricanduva Formosa Carrão) retoma o projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste para os encaminhamentos finais.

 

Etapas do Projeto

1ª Etapa: Escolha da Escola Interessada

 

2ª Etapa: Capacitação dos Professores

 

3ª Etapa: Coleta e Análise

 

4ª Etapa: Sensibilização Intermitente (a cada 3 meses): 1º Ação - Visita às Nascentes (3º mês do início do projeto); 2º Ação - Mutirão de limpeza (6º mês do início do projeto); 3º Ação - Plantio de Mudas (9º mês do início do projeto).

 

5ª Etapa: Reuniões de Acompanhamento (CADES x Escolas)

 

6ª Etapa: Construção do Programa de Ações para a recuperação/renaturalização do curso d´água

 

7ª Etapa: Workshop Anual e Lançamento do Programa de Ações

 

8ª Etapa: Valorização: Publicação

 

2.1.) Em relação às escolas participantes e respectivos córregos adotados por Subprefeitura, ficou estabelecido, para este primeiro ano de projeto, o seguinte (resultado das Plenárias de 01/12/2018 e 12/01/2019):

 

Subprefeitura

Escola

Córrego Adotado

Aricanduva

Escola Santa Marina

Rapadura

 

 

Cidade Tiradentes

CEU EMEF Água Azul

Guaratiba

EMEF Aureliano Leite

Itaquera

Itaquera

EE Prof.ª Emília de Paiva

Rio Verde

SENAC Itaquera

Rio Verde

São Miguel

EE Raul Pilla

Jacú Pêssego

Instituto Federal de Educação

Guanambi

São Mateus

EE Profº Carlos Henrique Liberalli (decidido pós plenária)

Caguaçú

 

 

O Colégio Soter (Subprefeitura Aricanduva) ficou de confirmar a participação. Em relação à São Mateus, ficou acordado com os conselheiros do CADES São Mateus presentes, que a escola e o córrego adotado deverão ser definidos até dia 31/01/2019, pois no mês de fevereiro o Kit de análise  já deve ser adquirido.

 

Ficou acordado que as escolas particulares participantes financiariam um kit de análise para uma escola pública:

  • Escola Santa Marina vai fornecer o kit de análise para a EMEF Aureliano Leite (a confirmar)
  • Senac Itaquera vai fornecer o kit de análise para a EE Profª Emília de Paiva

 

Foi deliberado que a 2º Etapa, capacitação dos professores, será feita em um único dia:

Data: 23 de fevereiro de 2019 (Sábado)

Horário: 10h – 13h

Local: Sesc Itaquera – Espaço Benfeitores da Natureza

Cintia deverá encaminhar um ofício ao SESC solicitando o espaço (resposta positiva em 08/02/2019).

 

2.2.) Quanto aos Recursos necessários para o Desenvolvimento do projeto:

Em relação aos Kits: as escolas particulares vão adquirir e fornecer um kit de análise para uma escola pública

 

Em relação às Ações: 1ª Ação “Visita às nascentes”, 2ª Ação “Mutirão de limpeza”, 3ª Ação “Plantio de Mudas”: o Sesc Itaquera vai fornecer o material necessário para essas ações, bem como os oficineiros. Porém, é necessário verificar a questão do transporte para a 1ª Ação e o Kit lanche para os participantes.

 

Ivo Carlos Valêncio (Conselho Municipal) e José Ulisses Bezerra de França (CADES São Matheus) sugerem apresentar o projeto ao CADES Municipal e ao Secretário Municipal do Verde e do Meio Ambiente a fim de fechar a parceria e os recursos necessários.

 

Não foi possível, ainda, obter os recursos em relação ao transporte e alimentação destinados a Fellipe Henrique Martins Moutinho que vai realizar a capacitação, considerando que o mesmo mora/estuda em São Carlos. Desta forma, decidiu-se adaptar a agenda aos dias em que Fellipe estará em São Paulo, para concentrar todos os participantes em um único local objetivando-se a diminuição dos gastos.

 

2.3) Em relação ao conteúdo do projeto, faltou apenas fechar a questão dos nomes. Decidiu-se pelo seguinte:

  • Os nomes dos que figuram na página de rosto do projeto são aqueles que participaram da escritura do projeto
  • Os participantes deverão constar do item 7 – Instituições Participantes, e os apoiadores no item 8 – Instituições Apoiadoras.

 

3) Dado o avançar da hora, a continuação do Planejamento e posicionamento para 2019, serão discutidos na próxima plenária.

 

4) Informes

 

Amanda Martins Jacob (Sesc Itaquera): fala sobre a 10ª Conferência Internacional de Educação Ambiental e Sustentabilidade promovida pelo SESC SP em parceria com a ESALQ/USP - Laboratório de Educação e Política Ambiental (OCA), e a Universidade Federal de Alfenas, que vai acontecer no SESC Sorocaba de 12 a 15 de junho de 2019 e cuja submissão de trabalhos estará aberta a partir de 15 de janeiro de 2019.

https://www.sescsp.org.br/online/artigo/12833_PREPARESE+PARA+A+10+CONFERENCIA+INTERNACIONAL+DE+EDUCACAO+AMBIENTAL+E+SUSTENTABILIDADE

 

Fábio Buonavita (SOS Paranapiacaba): convida o Fórum para participar da “Frente Ampla Democrática Socioambiental” que já tem 11 estados envolvidos e que programa a realização de um congresso em junho de 2019.

 

Encaminhamentos:

  • O Kit de Análise deve ser adquirido até janeiro de 2019.
  • A 2ª Etapa: Capacitação dos Professores vai ocorrer em 23/02/2018 (sábado) das 10h as 13h no Sesc Itaquera.
  • A 3ª Etapa: Coleta e Análise deve iniciar em março de 2019.

 

Próxima Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste do Município de São Paulo:

Data: 16/02/2019 (sábado)

Horário: 10h-13h

Local: Sesc Itaquera

 

 

----------0----------

 

 

 

 

Anexo

 

Fórum Agenda 21 Macro Leste 2005-2018

 

O que o Fórum Agenda 21 Macro Leste fez em 13 anos de existência?

 

1) Só o fato de existir e persistir em 13 anos, com Plenárias que acontecem, impreterivelmente, todo o terceiro sábado de cada mês, já é uma grande conquista. Pois o Fórum Agenda 21 Macro Leste busca um novo modelo de civilização contrapondo a este modelo econômico hegemônico consumista, cujos produtos, relações e a própria história acabam se tornando “descartáveis”.

 

Por que é importante persistir?

Cada vez mais, somos bombardeados por informações e produtos que são lançados hoje e amanhã já estão “velhos” => é a lógica do mercado do consumo que precisa “girar”.

 

A exemplo da própria Agenda 21, muitos lançaram a ideia de que a Agenda 21 “já era” ou seja coisa do passado, ultrapassada, démodé.

 

Assim, para não entrarmos na onda do que dizem, sem um mínimo de reflexão, lembramos, no entanto, que a Agenda 21 foi lançada com o propósito da necessidade da construção de um novo modelo, considerando que esse modelo de desenvolvimento econômico que adotamos tem provocado níveis de degradação ambiental alarmantes (ambiente entendido de maneira ampla: físico, social, cultural...). A Agenda 21 propõe a construção desse novo modelo de forma participativa. Esse novo modelo pode ser chamado de “desenvolvimento sustentável” ou novo modelo de civilização (que o Fórum Agenda 21 Macro Leste preferiu adotar). Pergunta: atingimos esse objetivo? Resposta: com certeza “não”! Desta forma, a Agenda 21 já foi superada?

 

Não há problema algum dar outro nome à Agenda 21, mas necessário se faz ter o cuidado com o que somos levados a criticar...

 

2) Antes de tudo, o Fórum Agenda 21 Macro Leste é uma espaço de reflexão, construção e articulação de forma que possa fortalecer as ações locais e fornecer uma visão macro regional para que haja a cooperação e a parceria.

 

       
 
   

Ações Locais

Dentro de uma visão Macro Regional

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3) 2005 – nasce o Fórum com a realização de um seminário “Nós todos um a um o que podemos fazer juntos” para reunir o poder público, sociedade civil e iniciativa privada da Macro Região. A partir desse seminário surgiu a tradição de obter a parceria e comprometimento dos Prefeitos Regionais com a cerimônia de Assinatura da Carta de Compromisso.

 

4) 2005 - 2006 – o Fórum elaborou um projeto que tinha como objetivo a construção das Agendas 21 Locais das Subprefeituras. Iniciamos pelo ciclo de palestras, percorrendo todas as Subprefeituras, a fim de agregar e articular os atores locais.

 

5) 2006 – 2007 – Foi realizado um curso de formação para todo o território (utilizando espaços como o Planetário, Parque do Carmo, Comunidades Tradicionais, Ibirapuera, etc.) cujos participantes da 1º turma multiplicaram para a 2º turma e esta multiplicou para a 3º Turma

 

6) 2005 - 2006 – Desde o início formamos os GTs da sociedade civil e do poder público com a finalidade de fortalecer esses segmentos para um trabalho em conjunto, com reuniões periódicas.

 

7) Em relação ao poder público, em 2005, foi criado o GT dos Subprefeitos que levantou como bandeira a questão do RCCs. Ocorreu uma parceria inédita entre as subprefeituras, Cetesb e SVMA, resultado desse GT o Decreto (2006) que obriga a utilização dos RCCs na pavimentação de obras públicas.

 

8) 2006 – Decreto que obriga a utilização dos RCCs na pavimentação de obras públicas.

9) 2006 – Para envolver a iniciativa privada, o Fórum realizou no CIESP Leste o  Seminário: “Ciesp, Cetesb e Prefeitura: estabelecendo parcerias rumo ao Desenvolvimento Sustentável da Região Leste”.

10) 2006 – 2007 – o Fórum acolheu a discussão sobre a proposta de instalação de novo aterro sanitário na zona leste e no planejamento para o Ano de 2007 foi deliberado como primeiro desafio para a região a questão dos resíduos sólidos.

 

11) 2006 – 2007 – Início do GT de Resíduos, realizando o “1º Encontro do Fórum Agenda 21 Macro Leste para tratar da questão dos Resíduos Sólidos”, cujo objetivo foi sistematizar as propostas existentes e elaboramos um Plano de Ação.

 

12) 2008 ocorrem as primeiras eleições dos Cades, podemos dizer sim, sem dúvida, que o Fórum fomentou o surgimento desses conselhos (tendo sido o primeiro embrião, em 2006, a Subprefeitura de Cidade Tiradentes e na sequencia a Subprefeitura de Guaianases).

 

13) Em 2008, acontece o Curso de capacitação em elaboração de projetos de agendas 21 locais para o fortalecimento das ações da macro leste.

 

14) 2009 – nasce o GT para capacitar os segmentos da sociedade civil participantes do Fórum para a elaboração de projetos. Tal GT surgiu tendo em vista um edital do FEMA e o despreparo e falta de documentação das organizações da zona leste.

 

15) 2008 – Participamos intensamente nas Conferências de Saúde Ambiental e o Fórum Agenda 21 Macro Leste ajudou a organizar as discussões locais.

 

16) 2009 – realizamos o Encontro dos Subprefeitos da Macro Leste (vieram quase todos) que se engajaram em um Plano de Ação e, de forma inédita, junto com a iniciativa privada, subprefeituras e Cetesb, formos buscar locais para a instalação de uma Usina de Reciclagem de RCCs na Zona Leste.

 

17) 2009 – Realizamos o Ano da França no Brasil na Zona Leste, iniciando a parceria com os franceses no campo das ambiências.

 

18) 2010 – Iniciamos o projeto e GT Ambiências e Parques Lineares.

 

19) 2010 – Realizamos o I Encontro para tratar da questão de ambiente e moradia – surgindo o GT Conflitos da ocupação urbana: ocupações irregulares em APP e  áreas de risco.

 

20) o GT de Conflitos Urbanos trabalhou de 2010 a 2013 em um caso piloto trazido pela Defensoria, Itajuíbe, e caminhamos para a construção de um protocolo para a regularização fundiária sustentável e participativa (vide Relatório Fred).

 

21) 2011 – procuramos o legislativo para compor o GT de Resíduos e Realizamos o  Seminário: “Ambiências Urbanas: a Aplicabilidade da Política Nacional de Resíduos Sólidos”.

Nota-se: que o Fórum Agenda 21 Macro Leste realiza seminários não apenas com o objetivo de difundir e compartilhar conhecimento mas para articular e impulsionar a realização de políticas públicas.

 

22) 2012 – participamos da Rio + 20 e o Fórum Agenda 21 Macro Leste saiu na publicação da Canadense Christiane Gagnon como um dos 16 exemplos do mundo que atuam para fomentar “futuros e territórios sustentáveis”

 

23) 2013 Com a mudança do governo municipal realizamos novo Seminário na zona Leste a fim de chamar os novos subprefeitos “Ambiências Urbanas por uma cidade + Sustentável”.

 

24) 2014 fomos buscar a parceria da Secretaria de Serviços e trouxemos o Secretário de Serviços para um Seminário a fim de dar andamento ao Plano de Ação da Zona Leste na questão de resíduos

 

25) 2015  - Celebramos 10 Anos de Agenda 21 Macro Leste realizando um Seminário para discutir sobre a problemática “Ambiente” e “Moradia”

 

26) Cabe observar que os anos que seguiram a partir de 2014 foram bastante difíceis para engrenar a parceria com o poder público tendo em vista as constantes mudanças de subprefeitos e secretário da pasta de meio ambiente.

 

27) 2016 tendo em vista as dificuldades que enfrentamos na última gestão, realizamos na USP Leste, uma Roda de Conversa com candidatos majoritários e proporcionais, a fim de sensibilizar e solicitar um programa de governo que contemple as questões ambientais

 

28) 2017 Projeto Zona Leste Sustentável, Parceria com a ONG Rios e Ruas e Encontro dos Conselheiros e Fórum Agenda 21 Macro Leste.

 

29) 2018 Selecionado o Projeto “Águas de São Paulo: Bacias da Leste” de autoria do Me. Fellipe Henrique Martins Moutinho e adaptado para a Região Macro Leste que será realizado pelo Fórum Agenda 21 Macro Leste no ano de 2019.

 

30) 2019 Implementação do Projeto “Águas de São Paulo: Bacias da Leste”

 

----------0----------

 

Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste do Município de São Paulo:

Data: 16/02/2019 (sábado)

Horário: 10h

Local: SESC Itaquera 

 

Presentes:

Altair Aparecido de Oliveira Filho (Instituto Federal de São Paulo – São Miguel Paulista); Anderson de Oliveira (SESC Itaquera); Aparecida Kida Sanches (Instituto Rede Ecodespertar); Cassia Rosalina Principe Voigt (PCNP Biologia – DER Leste 1); Cintia Okamura (CETESB); Cristiano Alves Correa (CADES São Miguel); Denise Aparecida Belchior da Costa (DRE Itaquera); Eliane dos Santos Simões (CADES São Mateus); Fátima Magalhães de Oliveira (CADES São Matheus); Fred Okabayashi (SVMA); Ivo Carlos Valêncio (CADES Municipal); Jacilene Cruz Magalhães (SESC Itaquera); José Paulo Cupertino (Fórum Agenda 21 Macro Leste); José Ulisses B de França (CADES São Mateus); Josineide T. C. Cupertino (Fórum Agenda 21 Macro Leste); Sanderli Aparecida de Brito (Prefeitura Regional Cidade Tiradentes); Suzy Sayuri Sassamoto Kurokawa (Instituto Federal de São Paulo – São Miguel Paulista); Valdir da Silva Oliveira (DE Leste 1).

 

Pauta:

  • Projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste.
  • Propostas de atuação da Agenda 21 Macro Leste
  • Informes

 

Após a apresentação de todos Cintia Okamura (CETESB) expõe a pauta da reunião que tem inicio com os informes.

 

1- Informes:

Cintia Okamura (CETESB): fala sobre chamada para seleção de bolsista de treinamento técnico (área de ciências humanas e sociais) para atuar em projeto Fapesp (sobre Guarapiranga). Os interessados deverão encaminhar CV e Histórico Escolar (até 11/03/2019) no seguinte e-mail cokamura@sp.gov.br ou cintiaokamura@hotmail.com

 

Valdir da Silva Oliveira (Rede Ecodespertar): fala sobre o Edital da ONU para jovens de 18 a 30 anos, “Edital Jovens Campeões da Terra de 2019”. Prazo até 31/03/2019.

https://web.unep.org/youngchampions/es/faqs

 

Fátima Magalhães de Oliveira (CADES São Mateus): convida para o 53º aniversário do Jardim Santo André. Haverá uma semana de atividades e, em especial, no dia 22/03/2019, dia da água, serão plantadas 53 mudas. Nesse dia o encontro acontecerá às 8h30 no Centro Educacional Agostiniano, Rua Dom Mateus de Abreu Pereira, 579 – Pq. São Rafael - São Paulo –SP.

 

2- Projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste: É feita breve apresentação das etapas do projeto e confirmada a realização da Etapa 2 – Capacitação dos Professores:

Data: 23/02/2019 (sábado)

Horário: das 10h as 13h

Local: Sesc Itaquera – Espaço “Benfeitores da Natureza” (Atual: Observatório Itaquera)

 

 

Etapas do Projeto

1ª Etapa: Escolha da Escola Interessada

2ª Etapa: Capacitação dos Professores

3ª Etapa: Coleta e Análise

4ª Etapa: Sensibilização Intermitente (a cada 3 meses): 1º Ação - Visita às Nascentes (3º mês do início do projeto); 2º Ação - Mutirão de limpeza (6º mês do início do projeto); 3º Ação - Plantio de Mudas (9º mês do início do projeto).

5ª Etapa: Reuniões de Acompanhamento (CADES x Escolas)

6ª Etapa: Construção do Programa de Ações para a recuperação/renaturalização do curso d´água

7ª Etapa: Workshop Anual e Lançamento do Programa de Ações

8ª Etapa: Valorização: Publicação

 

Confirmadas as escolas participantes e córregos adotados por Subprefeitura

 

Subprefeitura

Escola

Córrego/Rio Adotado

Aricanduva

Escola Santa Marina¹

Rapadura

Colégio Soter¹

Ipiranguinha

Cidade Tiradentes

CEU EMEF Água Azul²

Guaratiba

EMEF Aureliano Leite²

Itaquera

Itaquera

EE Prof.ª Emília de Paiva²

Verde

SENAC - Unidade Itaquera¹

Verde

São Mateus

EE Prof. Carlos Henrique Liberalli²

Caguaçú

São Miguel Paulista

EMEF Raul Pilla²

Jacú Pêssego

IFSP – Campus São Miguel²

Guanambi

 

¹Instituição particular; ²Instituição pública

 

Ficou acordado, que as escolas particulares participantes financiariam um kit de análise para uma escola pública:

  • Escola Santa Marina vai fornecer o kit de análise para a EMEF Aureliano Leite
  • Senac Itaquera vai fornecer o kit de análise para a EE Profª Emília de Paiva
  • Colégio Soter vai fornecer o kit de análise para a EE Profº Carlos Henrique Liberalli

 

Cristiano Alves Correa (CADES São Miguel): confirma que a Associação Comercial de São Miguel vai fornecer o kit de análise para as escolas EMEF Raul Pilla e IFSP – Campus São Miguel.

 

3- Sobre a atuação da Agenda 21 Macro Leste

Foram abordados sobre os estudos científicos publicados recentemente e que mostram o grave estado de saúde do planeta, o impacto da perda de biodiversidade e a urgência de um acordo global pela natureza e pela vida.  De 1970 até hoje, embora os grandes movimentos de alerta que surgiram, as grandes conferências e os grandes acordos, fizemos muito pouco e, desta forma, não estamos mais na crise ambiental mas o planeta entrou em colapso.  Além do retrocesso observado em relação à questão ambiental, presenciamos grandes acidentes ambientais, como o caso de Mariana e Brumadinho, que mostram que a questão econômica ainda está acima de tudo. Nesse sentido, o Fórum Agenda 21 Macro Leste conclui que novas estratégias são necessárias pois estamos sensibilizando pouco. Algumas propostas foram listadas:

  • Ações judiciais: chamar representante da promotoria/afins para esclarecimentos sobre ações judiciais públicas etc.
  • Promover movimentos tipo “Greenpeace” mas com a característica do Fórum Agenda 21 Macro Leste, buscando alianças com outras entidades socioambientais, através das redes sociais, focados inicialmente num determinado objetivo.
  • Assinar manifestos conjuntos.
  • Acompanhamento e continuação das ações do Projeto nas Escolas.
  • Melhorar comunicação: reativar site e atuar também via redes sociais "Jovem educa jovem". Ex. Blogueiros e canais no youtube.
  • Valorizar ações locais dos membros do Fórum (divulgar).

 

 

Encaminhamentos:

  • Realização da Etapa 2 – Capacitação dos Professores, do projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste:

Data: 23/02/2019 (sábado)

Horário: das 10h as 13h

Local: Sesc Itaquera – Espaço “Benfeitores da Natureza” (Atual: Observatório Itaquera)

Deverão comparecer os professores das escolas participantes do projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste, na qual receberão orientações sobre o referido projeto, com a explanação de Fellipe Henrique Martins Moutinho (Cades Aricanduva Formosa Carrão), tais como:

a) como utilizar o Kit de Análise bem como os procedimentos de coleta e preenchimento da ficha técnica;

b) expor e planejar as ações da etapa de sensibilização (Etapa 4) que visa envolver a população local junto com o poder público: visita às nascentes; mutirões de limpeza; plantio de mudas. Explicitar que as ações de sensibilização também estão conectadas à busca de parceiros para o Programa de Ações para a despoluição do curso d’água adotado pela escola (Etapa 6);

c) expor, planejar e orientar sobre a elaboração do Programa de Ações para a despoluição do curso d´água adotado pela escola, que deverá ser feito pela mesma com a ajuda dos representantes dos respectivos CADES-Regionais e Fórum Agenda 21 Macro Leste.

 

Próxima Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste do Município de São Paulo:

Data: 16/03/2018 (sábado)

Horário: 10hLocal: SESC Itaquera – Espaço “Benfeitores da Natureza” (Atual: Observatório Itaquera)

----------0----------

Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste do Município de São Paulo:

Data: 16/03/2019 (sábado)

Horário: 10h

Local: SESC Itaquera 

 

Presentes:

Presentes:

Adriana Alves Corrêa (CADES Ermelino Matarazzo); Altair Aparecido de Oliveira Filho (Instituto Federal de São Paulo – São Miguel Paulista); Amanda Martins Jacob (Sesc Itaquera); Anderson de Oliveira (SENAC Itaquera); Benício Príncipe Voigt (Escola Estadual Luiz Gonzaga de C Melo); Bernardo Príncipe Voigt (Estudante da Escola Estadual Raul Pilla); Cassia Rosalina Principe Voigt (DER Leste 1); Cintia Okamura (CETESB); Cristiano Alves Correa (CADES São Miguel); Denise Aparecida Belchior da Costa (DRE Itaquera); Eliane dos Santos Simões (CADES São Mateus); Fabio Oliveira Rocha (EMEF Aurelinao Leite); Fred Okabayashi (SVMA); Ivo Carlos Valêncio (CADES Municipal); Jacilene Cruz Magalhães (SESC Itaquera); José Ulisses Bezerra de França (CADES São Mateus); Luiz Carlos Gonzales Rodrigues (EMEF CEU Água Azul); Manoel Barbosa (Conselho Participativo Municipal - Prefeitura Regional Cidade Tiradentes); Maria Socorro Feitosa (DER Leste 1); Marilena Moraes Luciano (CADES Aricanduva Formosa Carrão); Neide do C. Souza Nagy (CADES Cidade Tiradentes); Sanderli Aparecida de Brito (Prefeitura Regional Cidade Tiradentes); Sérgio Navarra (CADES Municipal); Suely R. Bezerra (Agenda 21 da Móoca); Suzy Sayuri Sassamoto Kurokawa (Instituto Federal de São Paulo – São Miguel Paulista); Valdir da Silva Oliveira (DER Leste 1); Vanessa Ramos Pacheco (EE Profº Carlos Henrique Liberalli); Wanda Herrero (CONSEG Bráz-Mooca-Belenzinho).

 

Pauta:

  • Projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste.
  • Propostas de atuação da Agenda 21 Macro Leste
  • Informes

 

A reunião tem inicio com a apresentação dos presentes e na sequência Cintia Okamura (CETESB) expõe para aprovação a pauta da reunião.

 

1- Projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste:

No último 23/02/2019, foi realizada a 2º Etapa do Projeto – Capacitação dos Professores e agora vai ser iniciada a 3ª Etapa: Coleta e Análise.

 

Etapas do Projeto

1ª Etapa: Escolha da Escola Interessada

2ª Etapa: Capacitação dos Professores

3ª Etapa: Coleta e Análise

4ª Etapa: Sensibilização Intermitente (a cada 3 meses): 1º Ação - Visita às Nascentes (3º mês do início do projeto); 2º Ação - Mutirão de limpeza (6º mês do início do projeto); 3º Ação - Plantio de Mudas (9º mês do início do projeto).

5ª Etapa: Reuniões de Acompanhamento (CADES x Escolas)

6ª Etapa: Construção do Programa de Ações para a recuperação/renaturalização do curso d´água

7ª Etapa: Workshop Anual e Lançamento do Programa de Ações

8ª Etapa: Valorização: Publicação

 

 

Quadro das Escolas participantes e córregos adotados por Subprefeitura

 

Subprefeitura

Escola

Córrego/Rio Adotado

Aricanduva

Escola Santa Marina¹

Rapadura

Colégio Soter¹

Ipiranguinha

Cidade Tiradentes

CEU EMEF Água Azul²

Guaratiba

EMEF Aureliano Leite²

Itaquera

Itaquera

E. E. Prof.ª Emília de Paiva²

Verde

SENAC - Unidade Itaquera¹

Verde

São Mateus

E Prof. Carlos Henrique Liberalli²

Caguaçú

São Miguel Paulista

E. E. Dep. Raul Pilla²

Jacú Pêssego

IFSP – Campus São Miguel²

Guanambi

 

¹Instituição particular; ²Instituição pública

 

Cada escola participante do projeto relatou a forma como está planejando as próximas etapas.

 

Escola Santa Marina: Professor Gabriel tem divulgado o projeto nas mídias da escola, em especial no grupo WhatsApp, e obteve a aderência de 15 alunos para participar do projeto. Foi realizada capacitação para esses alunos e a primeira coleta de água será realizada no dia 21/03/2019.

 

Colégio Soter: Marilena Moraes Luciano (CADES Aricanduva Formosa Carrão) informa que ainda vai conversar com a escola.

 

CEU EMEF Água Azul: Luiz Carlos Gonzales Rodrigues (EMEF CEU Água Azul) informa que as escolas municipais estavam em greve e voltaram às atividades na segunda, dia 11/03. Diz que, desta forma, o kit para analise da água vai ser comprado na próxima semana.

 

EMEF Aureliano Leite: Fabio Oliveira Rocha (EMEF Aurelinao Leite) diz que a escola já recebeu o kit de análise da Escola Santa Marina. Nesta semana vão se reunir para fazer planejamento dos próximos passos.

 

EE Prof.ª Emília de Paiva: Cassia Rosalina Principe Voigt (DER Leste 1) informa que fizeram a apresentação do kit, foram selecionados os alunos, porém, o objetivo da escola é abranger a maior parte dos alunos possível a fim de que todos participem da coleta e análise da água. O Senac vai partilhar o kit de análise com a escola.

 

SENAC Itaquera: Anderson de Oliveira (SENAC Itaquera) informa que há seis alunos do curso de Segurança do trabalho que vão participar do projeto. Ontem, sexta-feira, 15/03, aconteceu a capacitação desses alunos. Diz que o projeto vai fazer parte do projeto Integrador do SENAC.

 

EE Prof. Carlos Henrique Liberalli: José Ulisses Bezerra de França (CADES São Mateus) informa que participou da reunião com os professores da escola e apresentou o projeto. Fala sobre a dinâmica participativa histórica dessa escola. Aguarda ainda receber o kit de análise da água do Colégio Soter para assim planejar os próximos passos.

 

EMEF Raul Pilla: Cássia informa que ainda não foi possível fazer a capacitação, mas que será marcada em breve pois a escola já recebeu o kit de análise de água patrocinado pela Associação Comercial de São Miguel.

 

IFSP – Campus São Miguel: Altair Aparecido de Oliveira Filho e Suzy Sayuri Sassamoto Kurokawa (Instituto Federal de São Paulo – São Miguel Paulista) informam que o instituto tem projeto ambiental e que dois alunos receberam uma bolsa para participar do projeto. O laboratório do Instituto ainda não está pronto, mas já encontraram local provisório na escola para fazer as análises das amostras de água. Comunicam que já receberam o kit na última sexta-feira e a coleta será feita na próxima semana.

 

Marilena Moraes Luciano (CADES Aricanduva Formosa Carrão): a fim de padronizar as amostras, lembra que a coleta de água deve ser feita nas duas primeiras semanas de cada mês ou até o dia 20 de cada mês. Ressalta também que no dia seguinte deve ser feita a contagem das bactérias e que a ficha deve ser preenchida e enviada para o respectivo CADES e Fórum Agenda 21 Macro Leste.

 

Ficou acordado que as escolas particulares participantes financiariam um kit de análise para uma escola pública:

  • Escola Santa Marina já forneceu o kit de análise para a EMEF Aureliano Leite
  • Senac Itaquera vai partilhar o kit de análise com a EE Profª Emília de Paiva
  • Colégio Soter vai fornecer o kit de análise para a EE Profº Carlos Henrique Liberalli
  • Associação Comercial de São Miguel já forneceu o kit de análise para as escolas E. E. Dep. Raul Pilla e IFSP – Campus São Miguel.

 

Em relação à próxima etapa do projeto 4ª Etapa: Sensibilização Intermitente 1º Ação - Visita às Nascentes

O grupo coloca que seria melhor e mais interessante para a integração, se todos os participantes (das nove escolas, mais os representantes dos CADES e Fórum Agenda 21 Macro Leste) fossem fazer juntos a visita à nascente. O que resultaria em torno de 200 pessoas e, portanto, a necessidade de pelo menos cinco ônibus.

 

Alguns apontaram a nascente do rio Tietê, em Salesópolis, como o local mais adequado para a visita e outros apontaram que seria melhor uma nascente mais próxima.

 

Como encaminhamentos, para a próxima plenária serão fechadas: data, horário, local da visita, bem como cada um deve trazer as possibilidades de patrocínio.

 

2- Sobre a atuação da Agenda 21 Macro Leste

Foram detalhadas as propostas listadas na plenária anterior, na qual o Fórum Agenda 21 Macro Leste concluiu que novas estratégias são necessárias:

  • Ações judiciais: chamar representante da promotoria/afins para esclarecimentos sobre ações judiciais públicas etc. => Ficou estabelecido que o Fórum Agenda 21 Macro Leste vai procurar o Ministério Público, o representante que esteve no seminário sobre Ambiente e Moradia, a fim de dialogar e estabelecer parceria.
  • O Fórum também vai buscar parceria de jornalistas.
  • Promover movimentos tipo “Greenpeace” mas com a característica do Fórum Agenda 21 Macro Leste, buscando alianças com outras entidades socioambientais, através das redes sociais, focados inicialmente num determinado objetivo => Valdir da Silva Oliveira (DER Leste 1) propõe que o Fórum Agenda 21 Macro Leste faça uma experimentação, em um sábado pela manhã. Cintia acredita que a ação precisa ser “certeira” e, para tanto, acredita que precisamos planejar dentro de novas estratégias chamando a mídia para parceria. Fred Okabayashi (SVMA) propõe pensar em temáticas relevantes para a atualidade e que consigam sensibilizar e  atingir a maior parte do público.
  • Acompanhamento e continuação das ações do Projeto nas Escolas => o Projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste é importante no sentido em que precisamos de ações e resultados concretos. Cintia lembra que já está prevista a publicação do andamento e dos resultados e que só precisamos concretizar a verba.
  • Melhorar comunicação: Cristiano Alves Correa (CADES São Miguel) e Marilena Moraes Luciano (CADES Aricanduva Formosa Carrão) vão ajudar na melhoria e na alimentação da página do face e site, entre outros.

 

José Ulisses Bezerra de França (CADES São Mateus): propõe ao Fórum fazer uma moção de repúdio ao que aconteceu em Suzano, mais especificamente aos comentários feitos em desrespeito aos professores. Encaminhamentos: foi solicitado ao mesmo escrever a proposta do texto e encaminhar para aprovação dos participantes do fórum.

 

Encaminhamentos:

  • Na próxima plenária, será planejada a 4ª Etapa: Sensibilização Intermitente 1º Ação - Visita às Nascentes do projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste: data, horário, local da visita e possibilidades de patrocínio.
  • O Fórum Agenda 21 Macro Leste vai procurar o Ministério Público, o representante que esteve no seminário sobre Ambiente e Moradia, a fim de dialogar e estabelecer parceria.
  • O Fórum também vai buscar parceria de jornalistas.
  • Fred junto com Cintia vão pensar e propor temáticas relevantes para a atualidade e que consigam sensibilizar e atingir a maior parte do público.
  • Cristiano Alves Correa (CADES São Miguel) e Marilena Moraes Luciano (CADES Aricanduva Formosa Carrão) vão ajudar a melhorar e a alimentar a página do face e site, entre outros.
  • José Ulisses Bezerra de França (CADES São Mateus) que propõe ao Fórum fazer uma moção de repúdio ao que aconteceu em Suzano, mais especificamente aos comentários feitos em desrespeito aos professores, vai escrever a proposta do texto e encaminhar para aprovação dos participantes do fórum.
  • Devido aos feriados do mês de abril a Plenária será realizada no segundo sábado:

Próxima Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste do Município de São Paulo:

Data: 13/04/2018 (sábado)

Horário: 10h

Local: SESC Itaquera – Espaço “Benfeitores da Natureza” (Atual: Observatório Itaquera)

 

----------0----------

Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste do Município de São Paulo:

Data: 13/04/2019 (sábado)

Horário: 10h

Local: SESC Itaquera 

Presentes:

Adriana Alves Corrêa (CADES Ermelino Matarazzo); Altair Aparecido de Oliveira Filho (Instituto Federal de São Paulo – São Miguel Paulista); Amanda Martins Jacob (Sesc Itaquera); Araceli Lima (SESC Itaquera); Benício Príncipe Voigt (Escola Estadual Profº Luiz Gonzaga de C Melo); Bernardo Príncipe Voigt (Estudante da Escola Estadual Raul Pilla); Cassia Rosalina Principe Voigt (DER Leste 1); Cintia Okamura (CETESB); Cristiano Alves Correa (CADES São Miguel); Denise Aparecida Belchior da Costa (DRE Itaquera); Erik K. S. Moreira (EE Emília Paiva); Fátima Magalhães de Oliveira (CADES São Mateus); Fellipe Henrique Martins Moutinho (CADES Aricanduva Formosa Carrão); Fred Okabayashi (Parques Sustentáveis/SVMA); Ivaldina F. Veloso (CADES Itaquera); Jacilene Cruz Magalhães (SESC Itaquera); José Paulo Cupertino (Fórum Agenda 21); Josineide T. C. Cupertino (Fórum Agenda 21); Marcelo Cardinalle (CADES São Mateus); Regina Maria da Silva (SOS Morro do Cruzeiro); Sanderli Aparecida de Brito (Prefeitura Regional Cidade Tiradentes); Suzy Sayuri Sassamoto Kurokawa (Instituto Federal de São Paulo – São Miguel Paulista); Vanessa  Ramos Pacheco (EE Profº Carlos Henrique Liberalli).

 

Pauta:

  • Projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste.
  • Propostas de atuação da Agenda 21 Macro Leste
  • Informes

 

A reunião tem inicio com a apresentação dos presentes e na sequência Cintia Okamura (CETESB) faz breve exposição sobre o Fórum Agenda 21 Macro Leste e expõe para aprovação a pauta da reunião.

 

1- Projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste:

É feita breve apresentação das etapas do projeto.

 

Etapas do Projeto

1ª Etapa: Escolha da Escola Interessada

2ª Etapa: Capacitação dos Professores

3ª Etapa: Coleta e Análise

4ª Etapa: Sensibilização Intermitente (a cada 3 meses): 1º Ação - Visita às Nascentes (3º mês do início do projeto); 2º Ação - Mutirão de limpeza (6º mês do início do projeto); 3º Ação - Plantio de Mudas (9º mês do início do projeto).

5ª Etapa: Reuniões de Acompanhamento (CADES x Escolas)

6ª Etapa: Construção do Programa de Ações para a recuperação/renaturalização do curso d´água

7ª Etapa: Workshop Anual e Lançamento do Programa de Ações

8ª Etapa: Valorização: Publicação

 

 

Quadro das Escolas participantes e córregos adotados por Subprefeitura

 

Subprefeitura

Escola

Córrego/Rio Adotado

Aricanduva

Escola Santa Marina¹

Rapadura

Colégio Soter¹

 Taboão

Cidade Tiradentes

CEU EMEF Água Azul²

Guaratiba

EMEF Aureliano Leite²

Itaquera

Itaquera

E. E. Prof.ª Emília de Paiva²

Verde

SENAC - Unidade Itaquera¹

Verde

São Mateus

E Prof. Carlos Henrique Liberalli²

Caguaçú

São Miguel Paulista

E. E. Dep. Raul Pilla²

Jacú Pêssego

IFSP – Campus São Miguel²

Guanambi

 

¹Instituição particular; ²Instituição pública

 

Fellipe Henrique Martins Moutinho (CADES Aricanduva Formosa Carrão): expõe sobre a reunião que aconteceu na quarta-feira, dia 15/05, no CADES Aricanduva, cujo objetivo foi alinhar o que cada um (Subprefeitura, CADES e Phytorestore) pretende realizar no córrego Ipiranguinha, um dos córregos afluentes do córrego Taboão, adotado pelos participantes do projeto com as escolas. O córrego tem 800 metros de extensão, sendo que 80 metros foram canalizados por conta de reclamações da população devido ao odor. O grupo vai falar com o secretario da SIURB a fim de barrar a canalização do mesmo, bem como a SABESP vai fazer uma visita para conhecer o córrego, no dia 22 de maio. A Phytorestore aguarda o sinal positivo da SABESP e da Prefeitura de São Paulo para iniciar o projeto de renaturalização do córrego.

 

Cintia: ressalta a importância dessa experiência do CADES Aricanduva, pois o objetivo é que cada escola e CADES articulem os parceiros, construam o projeto a fim de tornar realizável a recuperação do córrego e imediações. Fala da importância desse projeto para que possamos obter resultados concretos e o envolvimento da população.

 

Fellipe: explica sobre a tecnologia utilizada pela Phytorestore de jardins filtrantes. Fala que o envolvimento e mobilização da população é importante pois, por exemplo, a SABESP só decidiu investir no projeto porque havia mobilização social (construída com o projeto “Córregos do Aricanduva”, desenvolvido entre 2016-2017).

 

Fred Okabayashi (Parques Sustentáveis/SVMA): fala sobre o projeto da wetland do Parque Anhanguera.

 

Fátima Magalhães de Oliveira (CADES São Mateus): informa que na reunião que o CADES São Mateus teve com a AMLURB foi falado sobre o projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste que está sendo desenvolvido junto com a escola Prof. Carlos Henrique Liberalli.

 

Na sequência, cada escola participante do projeto relatou a forma como está realizando a coleta e análise das amostras de água do respectivo córrego adotado.

 

Escola Santa Marina: realizou coleta e análise nos meses de março, abril e maio.

 

Colégio Soter: tiveram problemas com a aquisição dos kits de análise e só realizaram a primeira coleta em maio.

 

CEU EMEF Água Azul: fez a coleta em março e não fez em abril por conta da dificuldade de chegar no local: 2 km até o córrego. Estudam a possibilidade de mudança de córrego.

 

EMEF Aureliano Leite: fizeram a coleta nos meses de março e abril.

 

EE Prof.ª Emília de Paiva: realizou coleta e análise nos meses de março, abril e maio.

 

SENAC Itaquera: realizou todas as coletas previstas.

 

EE Prof. Carlos Henrique Liberalli: também enfrentou problema com a aquisição do kit de análise e só realizaram a coleta de maio.

 

EMEF Raul Pilla: informam que foi realizada coleta e análise nos meses de março, abril e maio.

 

IFSP – Campus São Miguel: Altair Aparecido de Oliveira Filho e Suzy Sayuri Sassamoto Kurokawa (Instituto Federal de São Paulo – São Miguel Paulista) informam que foi realizada coleta e análise nos meses de março, abril e maio.

 

Fellipe: informa que recebeu apenas duas fichas de análise do SENAC e ressalta a importância das escolas enviarem as fichas de análise e as autorizações de uso de imagem dos participantes para o seu e-mail (fhm.moutinho@gmail.com).

 

Em relação à próxima etapa do projeto 4ª Etapa: Sensibilização Intermitente 1º Ação - Visita às Nascentes

Sandro (SESC Itaquera): informa que conseguiu ônibus (40 lugares) para buscar os alunos de três escolas, ou seja, aquelas que Sanderli havia solicitado, para o dia 22/05/2019 (quarta-feira). São elas: CEU EMEF Água Azul, EMEF Aureliano Leite e E Prof. Carlos Henrique Liberalli. O ônibus vai passar nas escolas a partir das 8 horas e a visita vai ter inicio às 10h no Sesc Itaquera até às 13h30, horário do retorno dos alunos. A visita promovida pelo SESC se chama caminho das águas. Sandro propõe falar com a Helen Souza, gestora do Parque Fazendo do Carmo, para incluir o parque na visita. Sandro coloca também a necessidade de 4 educadores para acompanhar os alunos.

 

Fellipe: propõe que essa 4ª Etapa do Projeto “Sensibilização Intermitente - Visita às Nascentes” seja realizada no SESC Itaquera para todas as escolas, em parceria com a administração da Fazenda Natural do Parque do Carmo.

 

Sandro (SESC Itaquera): diz que pode conseguir um ônibus para junho e outro para agosto. Diz que para junho ainda tem as seguintes datas: 19/06 (quarta-feira) das 8h as 13h; 26/06 (quarta-feira) manhã ou tarde; 28/06 (sexta-feira) tarde. Pede para ser encaminhada a proposta com as datas ainda na próxima semana.

Proposta:

Subprefeitura

Escola

Data da visita

Cidade Tiradentes

CEU EMEF Água Azul

22/05

EMEF Aureliano Leite

22/05

São Mateus

E Prof. Carlos Henrique Liberalli

22/05

Itaquera

SENAC - Unidade Itaquera (6 alunos não precisam de ônibus pois são alunos adultos)

Junho

Aricanduva

Escola Santa Marina (15 alunos)

Colégio Soter (8 alunos)

Junho

São Miguel Paulista

 

Itaquera

E. E. Dep. Raul Pilla (15 alunos)

Agosto

IFSP – Campus São Miguel (10 alunos)

Agosto

Itaquera

E. E. Prof.ª Emília de Paiva

Agosto

 

 

 

2- Sobre a atuação da Agenda 21 Macro Leste

Em relação as propostas listadas na plenária anterior, na qual o Fórum Agenda 21 Macro Leste concluiu que novas estratégias são necessárias: ficou acordado que Cintia fará o convite para que os representantes do Greenpeace participem da plenária de junho.

 

Sandro (SESC Itaquera): fala da proposta dos professores Marcos Sorrentino e Fernando Bignardi de um curso de três dias ou 40 horas, sobre a relação com a natureza envolvendo a temática água. Eles querem construir o curso de maneira coletiva, desta forma, propõe a vinda deles na plenária da Agenda 21 de agosto a partir das 11h30 as 13h.

 

Todos concordam.

 

Fátima Magalhães de Oliveira (CADES São Mateus): convida todos para a caminhada do morro do Cruzeiro que vai acontecer no dia 05/06. Concentração às 8:30 na Rua Hum do Cruzeiro.

 

Encaminhamentos:

  • Para a próxima plenária (junho) do Fórum Agenda 21 Macro Leste, será convidado o Greenpeace. Para a plenária de agosto haverá a participação dos professores Marcos Sorrentino e Fernando Bignardi.
  • A 4ª Etapa do Projeto “Sensibilização Intermitente - Visita às Nascentes” será realizada no Sesc, para todas as escolas participantes do referido projeto, nos meses de maio, junho e agosto.

 

Próxima Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste do Município de São Paulo:

Data: 15/06/2018 (sábado)

Horário: 10h

Local: SESC Itaquera – Espaço “Benfeitores da Natureza” (Atual: Observatório Itaquera)

----------0----------

Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste do Município de São Paulo:

Data: 15/06/2019 (sábado)

Horário: 10h

Local: SESC Itaquera 

 

Presentes:

Aparecida Kida Sanches (Raiz Cidadanista); Cassia Rosalina Principe Voigt (DER Leste 1); Cintia Okamura (CETESB); Elder Cleber Machado (sociedade civil); Flávia Lima Franco (SESC Itaquera); Jacilene Cruz Magalhães (SESC Itaquera); Karina Carvalho Rodrigues da Silva (estudante UNIP); Kelly Cristina (estudante UNIP); Valdir da Silva Oliveira (Diretoria de Ensino Leste 1); Vanessa Ramos Pacheco (EE Profº Carlos Henrique Liberalli), Vera Lia Martiniano (Parque Cisper).

 

Pauta:

·10ª Conferência Internacional de Educação Ambiental e Sustentabilidade

  • Projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste.
  • Propostas de atuação da Agenda 21 Macro Leste

 

A reunião tem inicio com a apresentação dos presentes e da pauta da plenária. Na sequência, Cintia Okamura (CETESB) faz breve exposição sobre o Fórum Agenda 21 Macro Leste aos novos participantes. Informa que muitos justificaram a ausência por conta da festa junina nas escolas e participação na 10ª Conferência Internacional de Educação Ambiental e Sustentabilidade que está ocorrendo no SESC Sorocaba e que termina hoje.

 

1 - 10ª Conferência Internacional de Educação Ambiental e Sustentabilidade

Jacilene Cruz Magalhães (SESC Itaquera): expõe sobre a “10ª Conferência Internacional de Educação Ambiental e Sustentabilidade. O Melhor de ambos os mundos” que aconteceu de 12 a 15 de junho de 2019, no Sesc Sorocaba.

 “A Conferência teve como objetivo estimular o diálogo entre experiências nacionais e internacionais, contribuindo para o fortalecimento de redes baseadas em reflexões e ações que apontam alternativas para o enfrentamento de questões socioambientais. “Os mundos” em destaque no nome do evento incluem diversos países e noções de sustentabilidade e de educação ambiental; os contextos rural e urbano; continentes do Norte e do Sul; os saberes científicos e tradicionais” (vide site do Sesc:

https://www.sescsp.org.br/programacao/187465_10+CONFERENCIA+INTERNACIONAL+DE+EDUCACAO+AMBIENTAL+E+SUSTENTABILIDADE#/content=Home).

 

O evento foi realizado pelo Sesc São Paulo, tendo como parceiros a Oca – Laboratório de Educação e Política Ambiental – Universidade de São Paulo – USP (Brasil); Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais – Universidade Federal de Alfenas – UNIFAL (Brasil).

A primeira edição da Conferência foi realizada em 1998, na África do Sul, depois passou pela Malásia, EUA e Brasil. Trata-se de um espaço de diálogo entre o saber acadêmico e o saber popular, por isso mobiliza pessoas envolvidas com a sustentabilidade para discutir e compartilhar questões teóricas e práticas, partindo da premissa do “melhor de ambos os mundos”.

O evento, nessa edição, estava inserido no contexto do projeto “Ideias e Ações para um Novo Tempo” do Sesc São Paulo, que é um projeto que visa identificar experiências transformadoras da realidade numa perspectiva ética e sustentável. As atividades propõem contato direto com os protagonistas destas iniciativas e reflexão sobre conceitos e valores que os inspiram. Esse projeto surgiu, em 2012, da gerência de Educação Ambiental do SESC, com o objetivo de mapear o território para conhecer as demandas e dar visibilidade aos potenciais (pessoas e ações) de transformação do território, considerando que cada unidade do SESC tem a sua própria característica. Esse trabalho é realizado pelos agentes de Educação Ambiental do SESC, os quais vão à campo para fazer o levantamento. Deste projeto saiu a publicação “Territórios em Transformação”.

Segundo Jaci, a conferência trouxe várias experiências práticas, inclusive algumas delas da zona leste e que seria importante trazer para o Fórum Agenda 21 Macro Leste. Seguem alguns exemplos:

  • Projeto Varre Vila: que é uma iniciativa da comunidade da Vila Nossa Senhora Aparecida, localizada na zona leste de São Paulo, Ermelino Matarazzo, para enfrentar os problemas do bairro no que se refere ao excesso de lixo.

https://varrevila.com.br/

  • Jardim Helian: projeto conduzido pela Associação de Moradores Jardim Helian, coordenada pelo vice presidente Mohammed Fernando. O projeto tem financiamento do PNUMA, entre outras instituições.

Notícia: https://www.cartacapital.com.br/blogs/32xsp/em-itaquera-jardim-helian-pode-virar-bairro-sustentavel

 

Há seis anos, a Associação de Moradores do Jardim Helian, em Itaquera, na zona leste de São Paulo, vem mobilizando a comunidade em prol de melhorias para o bairro. Com aproximadamente 14 mil habitantes, o Jardim Helian fica ao lado do Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo, a maior reserva ambiental da zona leste. Alguns conflitos como casas construídas nas margens do Córrego Tone, que ocorrem desde a ocupação do local há mais de 20 anos, e frequentes problemas com enchentes, fizeram os moradores do bairro se tornarem mais engajados com o meio ambiente para melhorarem sua qualidade de vida. Esse engajamento da comunidade fez com que o Jardim Helian se tornasse o bairro pioneiro no projeto implementando a Abordagem de Vizinhança em São Paulo, realizado pelo Programa Cidades Sustentáveis (PCS) e o Instituto das Cidades, da Unifesp, sob financiamento da UNEP/Paris (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente).”

 

Jaci: comenta que certamente esses trabalhos da 10ª Conferência estarão disponíveis nos anais do evento, mas vai reservar, se possível, todo material da conferência para o Fórum.

Cintia: comenta que gostou muito tanto do conteúdo da conferência como do projeto “Ideias e Ações para um Novo Tempo”. Propõe realizar um seminário para agregar e expor essas ações, convidando esses atores da zona leste.

Aparecida Kida Sanches (Raiz Cidadanista): lembra que foi feito o convite ao Mohammed para expor, na Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste, a experiência do Jardim Helian, porém, não obteve resposta.

 

2- Projeto Zona Leste Sustentável: Águas de São Paulo: Bacias da Leste:

É feita uma breve exposição do projeto e suas etapas.

 

Etapas do Projeto

1ª Etapa: Escolha da Escola Interessada

2ª Etapa: Capacitação dos Professores

3ª Etapa: Coleta e Análise

4ª Etapa: Sensibilização Intermitente (a cada 3 meses): 1º Ação - Visita às Nascentes (3º mês do início do projeto); 2º Ação - Mutirão de limpeza (6º mês do início do projeto); 3º Ação - Plantio de Mudas (9º mês do início do projeto).

5ª Etapa: Reuniões de Acompanhamento (CADES x Escolas)

6ª Etapa: Construção do Programa de Ações para a recuperação/renaturalização do curso d´água

7ª Etapa: Workshop Anual e Lançamento do Programa de Ações

8ª Etapa: Valorização: Publicação

 

Quadro das Escolas participantes e córregos adotados por Subprefeitura

 

Subprefeitura

Escola

Córrego/Rio Adotado

Aricanduva

Escola Santa Marina¹

Rapadura

Colégio Soter¹

Ipiranguinha Taboão

Cidade Tiradentes

CEU EMEF Água Azul²

Guaratiba

EMEF Aureliano Leite²

Itaquera

Itaquera

E. E. Prof.ª Emília de Paiva²

Verde

SENAC - Unidade Itaquera¹

Verde

São Mateus

E Prof. Carlos Henrique Liberalli²

Caguaçú

São Miguel Paulista

E. E. Dep. Raul Pilla²

Jacú Pêssego

IFSP – Campus São Miguel²

Guanambi

 

¹Instituição particular; ²Instituição pública

 

 

Em relação a atual etapa do projeto 4ª Etapa: Sensibilização Intermitente 1º Ação - Visita às Nascentes, está sendo realizada com apoio do Sesc Itaquera que também patrocinou ônibus (40 lugares) para buscar os alunos de três escolas participantes: CEU EMEF Água Azul, EMEF Aureliano Leite e E Prof. Carlos Henrique Liberalli.

 

Vanessa Ramos Pacheco (EE Profº Carlos Henrique Liberalli): faz o relato dessa visita, primeira turma, que aconteceu em 22/05/2019. A visita, organizada pelo SESC, chama-se “caminho das águas”. Diz que a atividade é muito boa, porém, avalia que o tempo de 1h30 é muito pouco para a sensibilização e interação dos alunos. Destaca também que os alunos não conseguem ver a nascente visitada mas apenas alguns indícios de que ela está lá. Lembra que visualizar a nascente é muito importante pois é o objetivo dessa etapa, ou seja, tem a finalidade de que os alunos percebam a diferença entre o córrego poluído que a escola adotou e a nascente “límpida” sem poluição, o que possibilita refletir sobre as causas.

 

Cassia Rosalina Principe Voigt (DER Leste 1):  propõe verificar as condições das nascentes no Parque do Carmo, ou seja, se elas são visíveis para incluí-las na visita.

 

Na reunião anterior havia sido decidido pelos participantes que essa 4ª Etapa do Projeto “Sensibilização Intermitente - Visita às Nascentes” seria realizada, todas, no SESC Itaquera para todas as escolas, em parceria com a administração da Fazenda Natural do Parque do Carmo.

 

O SESC Itaquera disponibilizou verificar a possibilidade de um ônibus para junho (3 escolas) e outro para agosto (para outras 3 escolas), conforme quadro abaixo.

 

 

Proposta:

Itaquera

 

Subprefeitura

Escola

Data da visita

Cidade Tiradentes

CEU EMEF Água Azul

22/05

EMEF Aureliano Leite

22/05

São Mateus

E Prof. Carlos Henrique Liberalli

22/05

Itaquera

SENAC - Unidade Itaquera (6 alunos não precisam de ônibus pois são alunos adultos)

Junho => mudar para 15 de Agosto

Aricanduva

Escola Santa Marina (15 alunos)

Colégio Soter ((8 alunos)

Junho => mudar para 15 de Agosto

São Miguel Paulista

 

Itaquera

E. E. Dep. Raul Pilla (15 alunos)

15 de Agosto

IFSP – Campus São Miguel (10 alunos)

15 de Agosto

E. E. Prof.ª Emília de Paiva

15 de Agosto

 

 

Cintia: relata que, conforme havia sido combinado, encaminhou ofício ao Sesc Itaquera solicitando ônibus e propondo as datas acordadas na plenária para junho e agosto.

 

Jaci: informa que, infelizmente, para junho não será possível. Aguarda a resposta em relação ao mês de agosto. Propõe, uma vez confirmado o ônibus para agosto (data proposta 15/08), reserva-lo para o dia todo e assim: no período da manhã programa-se 3 escolas e no período da tarde outras 3 escolas. Solicita aguardar a confirmação sobre o ônibus de Agosto.

 

Obs. Em carta datada de 28/06/2019, encaminhada via e-mail em 07/07/2019, o SESC Itaquera informa que não será possível disponibilizar transporte para os alunos. Desta forma, o Fórum deve buscar outros patrocínios.

 

Elder Cleber Machado (sociedade civil): fala sobre a importância desse projeto fazer o levantamento das causas da poluição no córrego a fim de sensibilizar os alunos.

 

Cintia: concorda e propõe reforçar esse aspecto para as escolas participantes.

 

Valdir da Silva Oliveira (Diretoria de Ensino Leste 1): propõe, como precaução, buscar outras alternativas para o patrocínio do ônibus, por exemplo, solicitar à Sanderli para verificar com a prefeitura.

 

3- Sobre a atuação da Agenda 21 Macro Leste

Em relação às propostas listadas na plenária de abril, na qual o Fórum Agenda 21 Macro Leste concluiu que novas estratégias são necessárias, Cintia informa que os representantes do Greenpeace não puderam participar desta plenária de junho por conta das atividades de celebração do Dia Mundial do Meio Ambiente. Vai agendar para agosto ou setembro. 

 

Cintia: pergunta à Jaci sobre a proposta feita pelo Sandro (SESC Itaquera), na plenária anterior, de trazer os professores Marcos Sorrentino e Fernando Bignardi, na plenária de agosto, no período das 11h30 às 13h, para discutir com os participantes do Fórum sobre  um curso que os mesmos propõe sobre a relação com a natureza envolvendo a temática água. A proposta é construir o curso de forma participativa. Ele teria duração de três dias ou 40 horas.

 

Jaci: comenta que a proposta dos professores Marcos Sorrentino e Fernando Bignardi ainda está em estudo pelo SESC. Diz que vai dar retorno na próxima plenária.

 

Os participantes propõe realizar a próxima plenária no último sábado de julho, por tratar-se de mês de férias escolares.

 

Jaci: informa que vai verificar e dará retorno.

 

Encaminhamentos:

  • Considerando que o mês de julho é um mês de férias e que, portanto, os professores participantes do projeto estarão ausentes, propõe-se realizar a próxima plenária em 27/07/2019. Jaci/Sesc vai verificar essa possibilidade
  • Jaci/Sesc Itaquera vai confirmar, na plenária de julho, sobre a participação ou não dos professores Marcos Sorrentino e Fernando Bignardi
  • Jaci/Sesc Itaquera vai confirmar sobre a disponibilidade de ônibus para o mês de agosto, a fim de realizar a 4ª Etapa do Projeto “Sensibilização Intermitente - Visita às Nascentes”.

 

Próxima Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste do Município de São Paulo:

Data: 27/07/2018 (sábado)

Horário: 10h

Local: SESC Itaquera – Espaço “Benfeitores da Natureza” (Atual: Observatório Itaquera)